segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Admirável tarifa nova

Tudo aumenta.
Yevgen Koizo 65:7


Você que não esteve em outro continente durante os últimos 14 anos sabe que as tarifas de cada um dos transportes públicos da cidade de São Paulo aumentaram na última quinta-feira, dia 30.

Para compreender melhor o universo, pela primeira vez na história, metrô, trens da CPTM e ônibus custam o mesmo preço: 2 reais e 30 centavos. Isso representou um aumento de 30 centavos em ônibus e 20 centavos em metrô e trens da CPTM.

Também o preço da integração aumentou, como esperado. Saltou de 3 reais para 3,50.

De acordo com os cálculos desta minha pequena e maníaca mente, que nunca consegue parar de pensar, o aumento da integração foi particularmente abusivo.

Explico: Antes do aumento, duas passagens juntas (metrô + ônibus) custavam 4,10 (2,10 + 2,00). A economia feita por cada cidadão de bem equivalia a 1,10 real, ou seja, quase 27%. Hoje, depois do aumento, duas passagens custam 4,60. A economia de cada cidadão ainda é de 1,10. O problema é que a nossa economia não é mais de 27%. Hoje, economizamos míseros 24%.

Se você ficou com medo dos números do parágrafo anterior, resumo: aumentaram o preço e diminuiram o desconto.

Eu fico muito triste quando penso que, não só o meu ônibus + metrô ficou mais caro, mas me tiraram um pouquinho do que eu economizava... =(

Você pode procurar aí pela internet e perceber que o aumento foi maior que a inflação, que houveram algumas manifestações populares e que, claro, ninguém voltou atrás.

Esse é o meu parecer superficial sobre as novas tarifas da cidade. Uma merda, de qualquer forma...

Obrigado pelas sugestões, Thá e Cel! Política e transportes públicos, aí está. ^^

6 comentários:

Thais disse...

é por isso que eu aaaaamo essa cidade. depois tem gente idiota que fica falando mal da Marta. Tsc tsc.

Amo vc!

Beijinhos ^^

Cafê disse...

É rapaz, a coisa tá feia, botaram a integração mas não estão sustentando, e como se faz quando não se sustenta um projeto? Oras aumenta a taxa da sua utilização, e todos pagam de uma maneira ou outra.
A pior coisa é a sensação de impotência contra esse aumento tarifário, afinal, a maior parte da população brasileira pega ônibus, metrô, trem pra se locomover e necessita disso sem poder recorrer a outra forma de transporte na maioria das vezes, ou seja, fudeu.
Eu lembro quando iam aumentar a tarifa do ônibus na Bahia e houve um tumulto danado, mas eles tanto reclamaram e fizeram passeatas que não houve o aumento. Não houve naquele ano, aaah mas no ano seguinte houve.

Little Poney disse...

PS. Publiquei algo decente agora ^^
Se tiver com paciência para ler...

Thales disse...

Ainda para piorar, depois de agüentarmos o aumento da taxa, eu, como um usuário assíduo do bilhete único para estudantes, posso por meio deste desabafar que bilhete único é meramente um nome, pois eu posso pagar meia passagem indo de ônibus, mas não posso integrar com o metrô...
Se isso não bastar, também posso citar a desonrada atitude deles bloquearem os sistemas de recarga do mesmo bilhete e assim ganhando uma boa quantia a mais diariamente.
Para me explicar melhor, aqui vai um ligeiro exemplo. O Jack precisa pegar 2 ônibus para ir ao trabalho e 2 para voltar, pagando cada passagem em dinheiro, isso dará R$9,20 , com o bilhete único paraestudantes, esse valor é reduzido para R$2,30. Uma economia de R$6,90, exatamente 75%. Agora imaginemos que o estado deixe travado o sistema por dois dias e que 5% da população economicamente ativa de SP esteja na mesma situação de Jack...
Creio que não preciso dizer mais nada. Este é o belíssimo governo do nosso querido Estado.

CTQ Lobo disse...

Pois é... o governo de hoje em dia ta uma bosta!!
Espera até chegar minha vez de subir no palco pra vc ver como eu faço essa porra emlhorar :P
Porra cara li no post anterior... vc num gostava do ademauro? Ele é gente fina, apesar do sono absurdo que acompanham suas palavras... acho que ele tem efeito permanente da magia sono!! HAuAHuAHuaHaUAUH

cel disse...

isso ae ga
é um absurdo mesmo
é transporte de elite ou o que?
beijao